PENSE NISSO !

PENSE NISSO !
Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.Para odiar, as pessoas precisam aprender.E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta.

Ao nascer, recebemos um jardim para cuidar, já com muitas sementes, que nos cabe apenas regar, cuidando com carinho de cada canteiro. No canteiro do Amor, nascem os mais belos sentimentos, como a solidariedade, o afeto, a ternura e uma linda flor vermelha, chamada de paixão. No canteiro da esperança, nascem os sonhos, a perseverança, os desejos da alma, que bem regados, rendem muitos frutos, chamados de "realizações". No canteiro da alegria, flores lindas que sorriem para a vida, são conhecidas como "motivação", "boa vontade" e "persistência", sendo fundamentais para a continuidade do nosso jardim. Mais ao fundo, um canteiro impressiona pela altura das flores, é o canteiro da fé, regado com orações e atitudes regeneradoras, sobem até o céu, e muitas das flores tocam os pés dos anjos, que tudo ouvem nas nossas plantações. Muitos cuidam do canteiro com trabalho incessante, vigiando os pensamentos, regando constantemente o amor, a alegria e a esperança, sempre com desejo sincero de mudar para melhor. Assim, as flores crescem sempre fortes, lindas e mesmo diante das tempestades, próprias da vida, resistem ao tempo e as dificuldades, tornando-se cada vez mais belas. Outros, um pouco menos cuidadosos, se perdem em lamentações, gastando o precioso tempo em divagações. Pensam nas plantas que poderiam ter e não tem, naquelas que já tiveram e perderam, nas belas plantas do vizinho, e vão se descuidando do jardim, deixando as ervas daninhas tomarem conta dos canteiros. Assim, plantas destruidoras como o ódio, a inveja, a calúnia, a preguiça, o desrespeito entre outras pragas, vão tomando o lugar das flores da vida, das sementes que recebemos ao nascer, e vamos nos tornando pessoas amargas, insensíveis, amarguradas, tristes e doentes. O jardim da vida são os seus pensamentos, o regador seus sentimentos e a semente, a fé. O jardineiro é você, a terra, a própria vida, a água é Deus, fonte de toda a vida, que espera que seu jardim não seja apenas florido, mas que dele nasçam frutos perenes, e que um dia, você vire semente eterna do bem. Sendo assim, onde você estiver vai atrair pássaros e vida, vai levar alegria e paz, conforto e esperança, pois em você, a semente de Deus germinou, deu frutos e criou raízes profundas. Seja você, o próprio jardim de Deus, cuide dos seus canteiros, regue todos os dias com amor, esperança e fé. Eu acredito em você. ( Autoria: Paulo Roberto Gaefke )

8 de julho de 2011




VOCÊ SABE AMAR?

Eu estou aprendendo.

Estou aprendendo a aceitar as pessoas mesmo quando elas desapontam, quando fogem do ideal que tenho para elas, quando me ferem com palavras ásperas ou ações impensadas.

Não é difícil aceitar as pessoas assim como elas são, não como eu desejo que elas sejam, mas como elas são!

É difícil, muito difícil, mas estou aprendendo.

Estou aprendendo a amar.

Estou aprendendo a escutar, escutar com olhos e ouvidos, escutar com a alma e com todos os sentidos.

Escutar o que diz o coração, o que dizem os ombros caídos, os olhos, as mãos irrequietas.

Escutar a mensagem que se esconde por entre as palavras corriqueiras, superficiais;

Descobrir a angústia disfarçada, a insegurança mascarada, a solidão encoberta.

Penetrar o sorriso fingido, a alegria simulada, a vangloria exagerada.

Descobrir a dor de cada coração.

Estou aprendendo a perdoar pois o amor perdoa, lança fora as mágoas, e apaga cicatrizes que a incompreensão e insensibilidade gravam no coração ferido.

O amor não alimenta mágoas com pensamentos dolorosos.

Não cultiva ofensas com lástimas e autocomiseração.

O amor perdoa, esquece.

Extingue todos os traços de dor no coração.

Passo a passo, estou aprendendo a perdoar, amar.

Estou aprendendo a descobrir o valor que se encontra dentro de cada vida, de todas as vidas, valor soterrado pela rejeição, pela falta de compreensão, carinho e aceitação, pelas experiências duras vividas ao longo dos anos.

Estou aprendendo a ver nas pessoas a sua alma, e as possibilidades que Deus lhes deu.

Estou aprendendo, mas como é longa a aprendizagem!

Como, é difícil amar, amar como Cristo amou!

Todavia tropeçando...

Aprendendo a pôr de lado as minhas próprias dores.

Meus interesses, minha ambição, meu orgulho quando estes impedem o bem estar e a felicidade de alguém.

Como é duro amar!!!"

Bom final de semana amigos !

5 comentários:

Cacau Jafet disse...

Olá linda fadinha Su!!
Amei esta post,você escreve divinamente!!!Concordo com tudo!!!
Você é uma fadinha que espalha amor e rosas cor de rosa por todo este mundo tão alienado!!!!Obrigada!!!
bjosssss

RMaria disse...

(`♥'• ♥¸.•): As vezes pedimos coisas para a vida
  que ela não tem como nos oferecer.
  Mas às vezes ela nos dá coisas que
   não sabemos como agradecer...
    Como ter a SUA AMIZADE.
Que Deus continue a te abençoar a cada dia...
   (¨`•.•´¨)         (¨`•.•´¨)  
   `•.¸¸.•´         `•.¸¸.•´
Beijinhos...

Rosa

RMaria disse...

(`♥'• ♥¸.•): As vezes pedimos coisas para a vida
  que ela não tem como nos oferecer.
  Mas às vezes ela nos dá coisas que
   não sabemos como agradecer...
    Como ter a SUA AMIZADE.
Que Deus continue a te abençoar a cada dia...
   (¨`•.•´¨)         (¨`•.•´¨)  
   `•.¸¸.•´         `•.¸¸.•´
Beijinhos...

Rosa

ALCENA C V C disse...

Sueli amada e duro amar,
mas eu sou teimosa não
desisto nunca! ihihiiiii!!!!
bjs amadinha tenha dias
floridos e abençoados!

http://alcenacvc.blogspot.com/

http://www.facebook.com/alcena.cvc

Tretswelt disse...

Oiiiiii.menina como vc escreve...ah se eu fosse poeta assim.Como vai seu dia hoje?Eu to feliz e de folga...hihi.Bju.Lu.